top of page
Buscar
  • Lantau

MONTADORA BYD VAI INVESTIR NA BAHIA E TRAZ CARRO ELÉTRICO.


Loja da BYD Fonte: Insideevs/UOL.

A montadora chinesa BYD (Build Your Dreams), anunciou neste dia 04 de julho, investimento de R$ 3 bilhões na Bahia para operar três fábricas no complexo de Camaçari. Uma delas dedicada à produção de chassis para ônibus e caminhões elétricos. A segunda planta vai produzir automóveis híbridos e elétricos com capacidade estimada em 150 mil unidades ao ano, na primeira fase, podendo chegar a 300 mil unidades. A terceira unidade, voltada ao processamento de lítio e ferro fosfato destinado ao mercado externo utilizando a infraestrutura portuária local para o escoamento da produção.

Segundo Stella Li CEO da BYD Américas “Este é um momento de extrema importância para a BYD nas Américas. As novas fábricas no Brasil vão permitir a introdução e aceleração da eletro mobilidade no país, um movimento-chave para combater as mudanças climáticas e, de fato, melhorar a qualidade de vida das pessoas”.

A BYD vai assumir a antiga fábrica da Ford em Camaçari (BA), informou o governo do estado. Os detalhes da operação foram revelados hoje (dia 4) pelo governador, Jerônimo Rodrigues (PT), e pela vice-presidente global da companhia, Stella Li, em evento no Farol da Barra, em Salvador.

A assessoria do governo baiano informou que a expectativa é de que o complexo industrial da BYD inicie a produção de veículos no segundo semestre de 2024. As três fábricas devem gerar mais de 5.000 empregos e o objetivo é contratar mão de obra local.

“Queremos contratar mão de obra local, a partir deste ano, para que já comecem a receber todo o treinamento e transferência de conhecimento necessários”, disse Tyler Li, presidente da BYD Brasil.

O novo complexo da BYD será um polo de atração de fornecedores, especialmente locais, de diversos tipos, de peças a serviços. Para a realização das obras, a BYD também vai contratar empresas estabelecidas na região.


BYD no Brasil.

A BYD chegou ao Brasil em 2015, quando inaugurou sua primeira fábrica de montagem de ônibus 100% elétricos em Campinas, São Paulo. Em 2017, abriu uma segunda fábrica, também em Campinas, para a produção de módulos fotovoltaicos.

Para abastecer a frota de ônibus elétricos, a empresa iniciou, em 2020, a operação de sua terceira fábrica no Brasil, no Polo Industrial de Manaus, dedicada à produção de baterias de fosfato de ferro-lítio.

A companhia também tem dois projetos de monotrilho no Brasil, um em Salvador e outro em São Paulo.

Atualmente a BYD ultrapassou a Tesla registrando vendas recordes de veículos híbridos e elétricos na China.

Entre abril e junho, a BYD vendeu mais de 700.000 veículos, quase o dobro do número vendido no mesmo trimestre do ano passado e estabelecendo um novo recorde trimestral.

Em junho, a BYD, vendeu um total de 253.046 veículos da chamada “nova energia”, um aumento de 89% em relação ao ano anterior, de acordo com um documento da empresa divulgado no dia 02 de julho. Foram as melhores vendas mensais que já alcançou. Os veículos de nova energia incluem EVs (Electric Vehicle) movidos a bateria e híbridos plug-in.

Tesla e BYD estão entre os fabricantes de EV mais vendidos do mundo. A BYD ainda está atrás da Tesla globalmente em termos de vendas de veículos elétricos puros. Mas na China, a empresa com sede em Shenzhen, disparou como a marca líder.

No Brasil, o segmento de veículos elétricos, registrou aumento de 41% nas vendas em 2022, segundo levantamento da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE). Mas trata-se ainda de um segmento pequeno no país, com carros de entrada que custam a partir de R$ 150 mil.

Agora, a BYD passou a oferecer o quinto modelo: BYD Dolphin, da linha Ocean, com linhas inspiradas num golfinho e embarcado com muita tecnologia. O preço de lançamento é de R$ 149.800,00, o que torna o veículo um dos mais baratos no segmento de entrada de elétricos.

Carro Dolphin Fonte: BYD.

O carro vem equipado com um pacote de internet 5G, tem display multimídia de 12,8 polegadas, que fica na horizontal ou vertical, e permite espelhar smartphones.

Carregado, o carro tem autonomia para 291 quilômetros. Em carregador rápido, a carga é feita em 25 minutos. O BYD Dolphin vem também com carregador em que o proprietário pode utilizar em casa, em tomadas de 127 ou 220 volts.

Com um aplicativo BYD é possível saber, pelo celular, se a porta do veículo foi trancada e até ligar o ar-condicionado. O BYD Dolphin também obedece a comandos de voz para ligar áudio, por exemplo. No display é possível jogar videogame e vem equipado com equipamento de karaokê, inclusive com repertório de músicas brasileiras.

Com tecnologia NFC (de aproximação) é possível abrir a porta usando um cartão ou mesmo um anel. Basta aproximar-se do espelho retrovisor ao lado do motorista, onde há um sensor.

A BYD trazer para o Brasil o Seagull, carro elétrico que vai custar o equivalente a R$ 55 mil. Agora é aguardar as novidades que estão para aportar por aqui.

 

Referências:




18 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page