top of page
Buscar
  • Lantau

Você sabe quais os produtos que o Brasil mais importa da China?

Atualizado: 10 de ago. de 2023


A China é o principal parceiro comercial do Brasil, ocupando o primeiro lugar tanto nas importações, quanto nas exportações. Em 2022, o Brasil importou mais de US$ 60 bilhões do país oriental, aumento este de 27,5% em comparação ao mesmo período do ano anterior. As exportações para a China chegaram a mais de US$ 89 bilhões com um aumento de 1,7% em comparação ao ano de 2021. A balança comercial entre Brasil e China fechou com um superávit de mais de US$28 bilhões.

Segundo o ComexStat, os produtos mais importados da China para o Brasil em 2022 foram:

  • Válvulas e tubos termiônicos;

  • Compostos orgânicos e inorgânicos;

  • Equipamentos de telecomunicações;

  • Inseticidas, formicidas, herbicidas e produtos semelhantes;

  • Demais produtos – Indústria de Transformação;

  • Adubos ou fertilizantes químicos;

  • Máquinas e aparelhos elétricos.

Fonte: ComexStat

Válvulas e tubos termiônicos.

São lâmpadas, tubos e válvulas de vácuo, de vapor ou de gás e ampolas retificadoras de vapor de mercúrio. São usados em diversos setores, como os equipamentos de som, caixas valvuladas e guitarras, por exemplo. Responsável por 11% (US$ 7 bilhões) de todas as importações da China

Compostos orgânicos e inorgânicos.

São matéria-prima muito utilizados na indústria farmacêutica para produção de medicamentos. Responsável por 8,2% (US$ 5 bilhões) de todas as importações da China.

Equipamentos de telecomunicações.

Nesta categoria estão os produtos voltados a telefonia móvel, internet e TV por assinatura, principalmente de uso residencial. O Brasil não é um país forte na produção destes itens, ao contrário da China, onde os principais fabricantes estão instalados. Este ramo é responsável por 6,8% (US$ 4,1 bilhões) de todas as importações chinesas. Para importar estes itens, o importador também deve ficar atento as regulamentações dos órgãos competentes, como Inmentro ou Anatel, entre outros.

Inseticidas, formicidas, herbicidas e produtos semelhantes.

Os chamados defensivos agrícolas são usados para controlar ou acabar com diversos tipos de pragas que atacam as plantações no Brasil.

Estes produtos são responsáveis por 4,9% (US$ 3 bilhões) das importações vindas da China.

Demais produtos – Indústria de Transformação.

Nesta categoria estão inseridos itens de diferentes setores e podem ser importados totalmente ou parcialmente produzidos. Estamos falando de itens da indústria de plásticos e borracha, de alimentos industrializados, da indústria têxtil e automobilística, entre outras.

A China importa do Brasil a matéria-prima para produzir grande parte destes produtos e depois revende o produto final para os importadores brasileiros.

Como o Brasil não produz estes produtos em grande escala, os preços na China são atrativos, gerando uma ótima oportunidade de uma boa margem de lucro. Estes itens representam 4,8% (US$ 2,9 bilhões) das importações.

Adubos ou fertilizantes químicos.

Os adubos são feitos de matéria orgânica, os fertilizantes são produzidos em laboratório e costumam ser mais eficazes. De acordo com um balanço da ANDA (Associação Nacional para Difusão de Adubos), das 40 milhões de toneladas usadas no Brasil em 2021, 85% foram importadas.

Porém, a maior parte destes produtos não vem da China, mas da Rússia. Mas mesmo assim, a importação chinesa de adubos e fertilizantes é alta: estes itens representaram 3,9% (US$ 2,4 bilhões) das importações chinesas em 2022.

Importante lembrar que a empresa que realiza a importação de adubos e fertilizantes precisa estar registrada no Ministério da Agricultura.

Máquinas e aparelhos elétricos.

Esta á uma outra categoria com uma variedade muito grande de itens. Ela engloba desde geradores e transformadores até produtos da construção civil leve, como talhas elétricas.

Este item foi responsável por 2,7% (US$ 1,66 bilhões) das importações chinesas em 2022.

Números para 2023

Os dois primeiros meses de 2023 tiveram algumas alterações na pauta de importações. Os produtos mais comprados foram:

  • Válvulas e tubos termiônicos;

  • Equipamentos de telecomunicações;

  • Compostos orgânicos e inorgânicos;

  • Demais produtos – Indústria de Transformação;

  • Máquinas e aparelhos elétricos.

  • Máquina de energia elétrica e suas partes.

O ano está começando, e você já, construiu o seu projeto de importação? Precisa encontrar fornecedores confiáveis?

Se você ainda tem dúvidas entre em contato conosco. Nós podemos te ajudar.

2.469 visualizações1 comentário

1 Comment


rafaelrusso1505
Apr 22

Parabéns aos nossos grande parceiros comerciais, estamos juntos.

Like
bottom of page