top of page
Buscar
  • Lantau

Perfil China - Sichuan 四川

Fonte: Wikipedia.

Após o episódio de Chongqing 重庆, a série Perfil China está de volta ao centro da China para falar da fascinante província de Sichuan, a divisão administrativa chinesa mais populosa até a separação de Chongqing em 1997.

Lar de uma culinária famosa por sua pimenta, que gerou pratos mundialmente conhecidos como Kung Pao Chicken e Mapo Tofu, Sichuan é a sexta maior economia do país, comparável com a Turquia em termos de PIB e o habitat natural do talvez mais conhecido símbolo chinês: o urso panda.


Fonte: Wikipedia.

História


Há uma certa controvérsia sobre a origem do nome Sichuan a mais aceita sendo baseada no próprio nome da província que, em português, poderia ser traduzido como quatro rios, em referência aos rios Jialing, Jinsha, Min e Tuo.

Antes da unificação da China na Dinastia Qin 秦朝 (221-206 a.C.), a região foi dividida entre os reinos de Ba e Shu, mas após a chegada dos Qin, a maior vantagem de Sichuan foi reconhecida: sua geografia. Com cadeias de montanhas em todos os lados da Bacia de Sichuan, a província se tornou a localização ideal para instalação de complexos militares ou um paraíso para refugiados políticos.

Após turbulências comuns na história de todas as províncias da China, já na era moderna, Sichuan é o lugar de nascimento do famoso líder chinês e pai das reformas, Deng Xiaoping 邓小平 (1904-1997).

Durante a Segunda Guerra Mundial (1937-1945), a capital da República da China (1912-1949) foi transferida para Chongqing, na época ainda parte de Sichuan, devido à dificuldade que a topografia local impunha aos bombardeiros japoneses. Pelo mesmo motivo, Sichuan também foi uma das últimas províncias a passar para o controle dos comunistas no final da guerra civil (1945-1949), caindo apenas em dezembro de 1949.

Fonte: Wikipedia.

Após a fundação da República Popular da China em 1 de outubro de 1949, Sichuan foi uma das regiões mais afetadas pela Grande Fome (1959-1961) que resultou das desastrosas políticas econômicas do Grande Salto Adiante (1958-1962), com vítimas estimadas em mais de 9 milhões, 13% da população total da província na época.


Economia


Com a 6ª maior economia da China entre as regiões administrativas, Sichuan é o centro econômico do oeste com PIB calculado em 843 bilhões de dólares em 2023 e crescimento anual de 6%, segundo a agência de notícias Xinhua.

Conhecida como a província da abundância, no sentido de recursos naturais, Sichuan é uma base forte do agronegócio chinês, com produções fortes de: arroz, trigo, frutas, cana e o maior plantel de suínos da China. Para além do agro, as riquezas minerais da província também chamam a atenção, com reservas confirmadas de mais de 130 minérios diferentes, incluindo a maior concentração de lítio, componente usado na fabricação de baterias elétricas, hoje muito requisitadas no país com o crescimento da indústria dos EVs. A maior reserva de gás natural em Dazhou também se localiza em Sichuan e é responsável por alimentar parte das demandas de energia das regiões costeiras do leste chinês.

Já na indústria, Sichuan tem bases industriais desenvolvidas em muitos segmentos. Em produtos leves, a capital Chengdu 成都 e a vizinha Mianyang 绵阳 estão na dianteira em têxteis e eletrônicos. Maquinário se concentra em Deyang 德阳, metalúrgicos em Panzhihua攀枝花 e vinhos, uma indústria crescente na China tanto em Sichuan como Yunnan 云南, na cidade de Yibin 宜宾.


Chengdu Fonte: Wikipedia.

Pelos motivos elencados na seção anterior deste artigo, Sichuan concentra forte presença de instalações do complexo militar chinês, como a base de lançamentos em Xichang 西昌, onde ocorrem constantes lançamentos de satélites e testes com foguetes.

Na parte de incentivos ao desenvolvimento econômico, Sichuan conta com cinco zonas de desenvolvimento econômico, sendo quatro em Chengdu. Essas zonas têm políticas similares às abordadas em outros artigos aqui no blog da Lantau.

Uma província que reúne pandas, diversidade cultural com a presença de diversas minorias étnicas, florestas e parte do planalto tibetano, Sichuan é um centro forte de turismo e uma terra cheia de oportunidades. A província foi o ponto escolhido para liderar o desenvolvimento do oeste da China, e oportunidades de investimento não faltam para quem souber aproveitar! 



10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page