top of page
Buscar
  • Lantau

Perfil China - Henan 河南

Atualizado: 23 de jan.


Em mais um episódio da série Perfil China, a equipe da Lantau agora viaja até a China central, para a província de Henan 河南, uma das mais populosas e a região considerada como berço da cultura chinesa Han tradicional.


Dados gerais


Henan é o berço da civilização chinesa como um todo e foi o centro de poder e cultural até 1000 anos atrás, ou seja, pela maior parte da história milenar da China. Em apenas uma província podemos encontrar quatro das oito antigas capitais da China Imperial.

No lado cultural, é em Henan que se encontra o famoso templo Shaolin 少林 de Kung Fu 功夫 e as origens da prática do Tai Chi 太极拳.

Henan é uma das três províncias com mais de 100 milhões de habitantes (junto com Guangdong 广东 e Shandong 山东) e tem o quinto maior PIB do país, com 926 bilhões de dólares em 2021 segundo dados do Governo Chinês, comparável com o PIB da Turquia.

A localização central da província é um faca de dois gumes, com grandes planícies férteis, que tornaram a província em grande produtora de alimentos, mas também palco de incontáveis conflitos ao longo da tumultuada história chinesa, além de constantes desastres naturais. Um exemplo é a cidade de Kaifeng 开封, inundada pelo menos sete vezes ao longo da história.

Fonte: Wikipedia.

História


Mais um exemplo da importância histórica de Henan é a presença de todas as capitais das dinastias Xia 夏 e Shang 商 (respectivamente a primeira e a segunda dinastias da China Imperial) na província.

A famosa caligrafia chinesa também traça suas origens da região da moderna Anyang 安阳. Laozi 老子 (século VI a.C), fundador do Taoísmo nasceu na parte norte de Henan.

Posteriormente, a cidade e Xuchang 许昌 no centro de Henan foi a base principal do conquistador Cao Cao 曹操 (155-220 d.C.), fundador do Reino de Wei 魏国, que depois transferiu sua capital para Luoyang 洛阳. Durante esse período, Luoyang foi uma das cidades mais ricas e prósperas do mundo.

As fronteiras atuais da província foram estabelecidas na Dinastia Yuan 元朝 (1271-1368) e Henan seguiu tendo papel de destaque até a história moderna da China, mesmo com frequentes desastres naturais.


Templo Shaolin. Fonte: Wikipedia.

Já após a fundação da República da China (RoC na sigla em inglês) em 1912, vale destacar que seu segundo presidente, Yuan Shikai 袁世凯 (1859-1916) era natural de Henan.

Durante a ocupação japonesa de Kaifeng em 1938, o governo de Chiang Kai-shek 蒋介石 (1887-1975) ordenou a destruição da barragem de Huayuankou 花园口 em Zhengzhou 郑州, capital da província para frear  avanço das tropas japonesas, matando centenas de milhares de civis.

Outro destaque vai para Yushan 玉山镇 no Condado de Suiping 遂平县, que foi a primeira comuna chinesa durante o período do Grande Salto Adiante (1958-1962), principal causa das subsequentes fomes na China. Como grande produtora de alimentos, Henan foi altamente afetada pelas políticas econômicas desastrosas do período.

A província também seguiu sendo marcada por desastres naturais na história recente com o colapso de mais de 50 barragens desde a fundação da República Popular em 1949.


Zhengzhou. Fonte: Wikipedia.

Economia


Henan era uma das províncias mais pobres da China nos anos 70, mas na década de 90 apresentou taxas de crescimento acima da média nacional e reverteu parte dessa situação.

A economia de Henan pode ser classificada como semi-industrializada, com um setor de serviços relativamente subdesenvolvido, mas um agronegócio tradicionalmente forte com produções substanciais de: carne bovina, suína, algodão e milho.

Com tradição em indústrias como têxtil e processamento de alimentos, esforços recentes para diversificar o parque industrial da província para áreas como metalurgia, petróleo, cimento, químicos, maquinário industrial e eletrônicos.

  Uma das províncias mais populosas, berço do que entendemos por cultura chinesa, mas palco de diversos conflitos e desastres naturais, Henan não conseguiu tirar o máximo potencial de sua localização estratégica e ficou para trás na escala do desenvolvimento durante o período inicial da ascensão chinesa.

Esse quadro está sendo revertido tanto pelas políticas do governo para desenvolvimento das províncias do interior, quanto pela migração dos investimentos chineses privados em busca de oportunidades longe das áreas desenvolvidas da costa.




16 visualizações0 comentário
bottom of page